• hodlthebook

5 formas de ganhar dinheiro com criptomoedas

As criptomoedas permitem a evolução da sociedade dos tempos modernos do ponto de vista tecnológico, mas a maioria das pessoas procura lucrar com a sua valorização e/ou volatilidade. Como é que se ganha dinheiro com as criptomoedas?



O investimento em criptomoedas é cada vez mais procurado pelas pessoas para ganharem dinheiro. Infelizmente, a maioria, opta por aceder a esquemas fraudulentos, acabando por se enganar e perder o seu dinheiro. No entanto, existem formas e oportunidades bastante simples, legais e lucrativas que são aproveitadas pelos investidores mais experientes. Porém, não são exclusivas e como tal, as oportunidades são iguais para todos! Cada pessoa é livre de escolher aquilo que melhor resulta para si e deve avançar em função dos seus objetivos e das suas capacidades. Neste artigo, descrevo as 5 formas mais conhecidas para ganhar dinheiro com criptomoedas. Nem todas serão para si, tal como não o são para mim. Porém, acredite que vai encontrar aquela que lhe vai permitir adquirir criptomoedas em segurança e lucrar bastante com isso! Antes de avançarmos, caso ainda não tenha uma conta numa exchange, sugiro que comece por aí. Crie uma conta na Coinbase ou na Binance e asufrua de benefícios muito interessante por se registar através do HODL!.


"Qualquer pessoa pode aprender a ganhar dinheiro com criptomoedas e no final deste artigo vai perceber isso mesmo, podendo começar imediatamente"

Provavelmente já ouviu falar de alguns casos de pessoas que ganharam muito dinheiro com criptomoedas. A boa noticia é que continua a ser possível para todos aqueles que entrarem no mercado e escolherem os projectos certos, principalmente no momento de incerteza que se vive a nível de saúde pública e também com a banca tradicional e centralizada. No entanto, se tiver feito alguma pesquisa anteriormente, poderá ter considerado que era muito difícil, demasiado técnico ou extremamente complicado. Estou aqui para lhe explicar que não! Qualquer pessoa pode aprender a ganhar dinheiro com criptomoedas e no final deste artigo vai perceber isso mesmo, podendo começar imediatamente. Importa apenas referir que optei por atribuir diferentes graus de dificuldade, tempo necessário e potencial de crescimento do capital, no sentido de alinhar as suas expectativas.



O investimento em criptomoedas é a forma mais fácil, mais segura e mais familiar de todas. Comecei este artigo por aqui porque pessoalmente, acredito que devemos investir em ativos que nos permitam alavancar a nossa riqueza, independentemente da sua classe. Há quem prefira investir em imobiliário, em pessoas ou em acções. São excelentes ativos! Porém, eu prefiro as criptomoedas e se está a ler este artigo, acredito que esteja na mesma linha de raciocínio do que eu. É rápido, eficaz e seguro! Podemos investir em qualquer momento e em qualquer lugar e não estamos dependentes de ninguém a não ser de nós próprios. As criptomoedas funcionam todos os dias e do ponto de vista de investimento, considerando que podem ser chamadas de cripto ativos, os resultados são maravilhosos!

O investimento em criptomoedas assemelha-se a qualquer outro investimento: pode comprar a um determinado preço e guardar as suas criptomoedas em segurança, aguardando pelo momento em que as quererá vender, idealmente após um aumento considerável de preço. Existem inúmeros casos de sucesso no mercado e as criptomoedas, pelo facto de existirem num mercado bastante pequeno, permitem lucros bastante elevados. O seu potencial de adoção e valorização é tremendo, uma vez que existe cada vez mais utilidade e perspectivas de adoção por parte dos grandes investidores institucionais. Deste modo, veremos algumas criptomoedas a aumentarem o seu preço em 10, 15 e 20x nos próximos anos e esta é a forma mais fácil e segura de fazer crescer o seu dinheiro. Apesar de ser um mercado bastante volátil, deve focar-se no investimento a longo prazo. #investimento

  • Dificuldade: Baixa

  • Tempo necessário: Médio

  • Potencial de crescimento do capital: Elevado



O trading em geral pode gerar excelentes resultados. E a verdade é que existem cada vez mais traders profissionais. Quando bem efetuado, é uma atividade bastante lucrativa e os verdadeiros profissionais, conseguem inclusive criar serviços que lhes oferecem fontes de rendimento adicionais. Porém, para o cidadão comum, o trading pode ser bastante complexo. Neste campo, a minha sugestão é que comece a fazer algum swing trading, ou seja, compre e venda em alguns períodos de tempo, em função da volatilidade do mercado. Pode colocar algumas ordens de compra a um preço mais baixo e também podem colocar ordens de venda em valores superiores, sem precisar de estar sempre a olhar para gráficos!

Ao contrário dos profissionais que fazem day trading e operam nos mercados diariamente, focando-se algumas horas por dia, você poderá não ter a formação necessária para conseguir ganhos diários. Para além disso, o seu objetivo pode ser utilizar o trading como ferramenta mas não como profissão. Deste modo, não precisará de esperar meses ou anos até ter os seus primeiros lucros. O mercado das criptomoedas oferece recompensas constantemente e através de algum trading, pode aumentar ainda mais a sua margem de lucro. #trading

  • Dificuldade: Média/Alta

  • Tempo necessário: Elevado

  • Potencial de crescimento do capital: Elevado



A mineração é um processo diferente e complexo. Em primeiro lugar, convém perceber que só é possível em criptomoedas que funcionem através de prova de trabalho, isto é, através de um algoritmo de consenso Proof-of-Work. Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Litecoin (LTC), Monero (XMR) ou DigiByte (DGB) são alguns dos melhores exemplos, e caso queria rever um pouco melhor este tema, aconselho a leitura do meu artigo sobre o 3º Halving da Bitcoin (2020).

A mineração é um processo criptográfico de resolução de problemas matemáticos que permite a manutenção da rede e premeia os mineradores com uma recompensa em criptomoedas. Exige equipamento específico e normalmente, o custo do hardware é bastante elevado. Uma vez que requer uma utilização bastante elevada de electricidade, em função do país, pode representar uma fatura mensal fora do comum. Para além disso, tecnicamente requer conhecimentos técnicos aprofundados sobre a matéria e não é algo que faça sentido para a maioria das pessoas. No entanto, convém perceber que existem pools de mineração gigantes em países onde o custo da electricidade é bastante inferior a Portugal, como na China ou na Islândia.

Hoje em dia, já existem muitas criptomoedas que funcionam através de Proof-of-Stake. É um algoritmo de consenso que baseia as decisões da rede em função da quantidade de criptomoeda dos seus participantes. São os casos de EOS (EOS), Tezos (XTZ) e Cardano (ADA), por exemplo. Porém, não dependem da mineração e como tal, não é possível lucrar com este processo neste tipo de criptomoedas. Porém, é possível obter lucros e rendimento passivo neste tipo de criptomoedas através de staking, como veremos a seguir. #mineração

  • Dificuldade: Médio/Alta

  • Tempo necessário: Médio

  • Potencial de crescimento do capital: Médio/Alta



O staking de criptomoedas é uma excelente forma de rendimento passivo. É a possibilidade de receber uma percentagem de dinheiro associada ao valor do seu investimento numa determinada criptomoeda, à semelhança daquilo que acontece com os juros pagos pelos bancos ou os dividendos pagos pelas empresas aos acionistas que são detentores das suas ações. O staking é proveniente do algoritmo de consenso de Proof-of-Stake ou de modelos que estejam baseados no mesmo e existem cada vez mais criptomoedas a oferecer esta possibilidade, seja na própria wallet ou dentro de uma exchange.

O staking permite gerar rendimento passivo para todas as pessoas que detenham uma determinada quantidade de criptomoedas porque as transações na blockchain de cada uma necessitam sempre de validação. O algoritmo de consenso de Proof-of-Stake define a forma de como é feito o consenso na rede e recompensa sempre o detentor das criptomoedas em função da quantidade que detém. Desta forma, é possível ganhar poder de validação e quanto maior for a quantidade de criptomoedas, maior será a recompensa. Na maioria dos casos, pode não ser necessário fazer absolutamente nada. Noutros, poderá necessitar de delegar a sua capacidade de votação.

Existem excelentes criptomoedas que já permitem que se faça staking, como Algorand (ALGO), Tezos (XTZ) ou Icon (ICX). Para além disso, uma vez que a valorização deste projetos é esperada, o conceito de juros compostos é automaticamente aplicado. Portanto, na minha opinião, esta é uma das melhores formas de ganhar dinheiro e obter um rendimento passivo adicional. #staking

  • Dificuldade: Baixa/Média

  • Tempo necessário: Médio

  • Potencial de crescimento do capital: Elevado



O ecossistema das criptomoedas tem sido brindado com novidades fantásticas do ponto de vista tecnológico. As finanças descentralizadas (DeFi – Decentralized Finances) têm vindo a ganhar cada vez maior relevância à medida que os projetos têm procurado formas cada vez eficazes de atingir uma autonomia descentralizada ou pelo menos, semi descentralizada. São formas inovadoras de descentralização e independência mundial, uma vez que podem ser criados instrumentos financeiros sem controlo ou regulação por parte dos governos e bancos centrais, podendo representar uma tendência no mercado das criptomoedas ao longo dos próximos anos. DeFi é todo um novo movimento onde se criam plataformas, projetos e serviços, como exchanges descentralizadas, plataformas de lending e empréstimos, transformação de ativos físicos em digitais, entre outras funcionalidades, utilizando a blockchain e redes descentralizadas. O objetivo é transformar antigos produtos financeiros em protocolos transparentes, confiáveis e verdadeiros, sendo sempre executados sem intermediários.

Os principais destaques dentro das DeFi vão para plataformas de lending e empréstimos peer-to-peer (P2P) denominados de DeFi lending, serviços de banca e instrumentos financeiros, como exchanges descentralizadas e derivados. O DeFi lending é semelhante às novas plataformas P2P lending que têm surgido nos últimos anos, como a Housers, a Raize ou a Mintos, onde existe a possibilidade de as pessoas emprestarem dinheiro para um determinado fim e receberem juros por esse empréstimo, tal como acontece nos bancos comerciais. No fundo, são empresas que prestam determinados serviços e devem ser pagas por isso. A lógica nas DeFi lending é semelhante, mas por serem plataformas descentralizadas, existe uma pessoa que empresta dinheiro e outra que recebe dinheiro emprestado, criando-se uma lógica P2P mais direta, remunerando a manutenção da rede com tokens da plataforma. Deste modo, pode colocar as suas criptomoedas a render juros. Normalmente, os juros são muito mais altos do que noutras plataformas do género e como tal, é uma excelente de forma de ir acumulando mais quantidade de criptomoedas. #defi

  • Dificuldade: Baixa/Média

  • Tempo necessário: Baixo

  • Potencial de crescimento do capital: Médio


Para concluir, deixe-me apenas referir que existem ainda outras formas de ganhar dinheiro e obter lucros com criptomoedas. No entanto, achei que faria sentido referir apenas as principais e mais ajustadas à maioria dos leitores. Espero que este artigo lhe tenha sido útil e consiga ir construindo a sua riqueza também com as criptomoedas. Encontramo-nos no próximo post!

216 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo